Nutrição, Estética e Beleza

Conheça os ladrões da absorção de nutrientes do corpo

A busca por uma vida saudável é o desejo de boa parte da população nacional. Segundo um estudo da Fiocruz, oito em cada dez brasileiros têm o desejo de manter uma alimentação saudável. Ainda de acordo com o estudo, 71% da população prefere alimentos mais saudáveis, mesmo que tenham que pagar mais por eles, e a mesma porcentagem afirma estar satisfeita com a alimentação que leva no dia-a-dia.

Apesar da preferência de boa parte da população pela alimentação saudável, o país enfrenta uma realidade em que 60,3% da população de 18 anos ou mais de idade está acima do peso. Um estudo do IBGE, demonstrou que um a cada quatro brasileiros está acima do peso.

Por conta disso, a dúvida que fica é: se parte dos brasileiros têm interesse em uma alimentação saudável, porque o país enfrenta o problema da obesidade?

A resposta para esse questionamento envolve diferentes fatores, desde problemas estruturais da sociedade,como falta de instrução e dificuldade de convivência, e até estresse e ansiedade. Um dos fatores que também pode explicar esta situação é o estilo e formato de alimentação dos brasileiros.

E falar sobre alimentação é também falar sobre quem mais é impactado por ela: o corpo humano. A dieta escolhida para nutrir o corpo está totalmente relacionada com sua performance, consequentemente a disposição e humor sentidos ao longo do dia. Cada corpo funciona de um jeito diferente, não à toa dietas e alimentos que fazem bem para alguns, não necessariamente fazem bem para outros. 

O trabalho do corpo humano acontece a partir do momento que o alimento é levado até a boca, onde já é iniciado o processo digestivo. Muitos fatores, inclusive externos, podem fazer com que esse processo não ocorra da melhor forma, impactando diretamente na absorção de nutrientes – dando, muitas vezes, a impressão de que é necessária a ingestão de mais comida. E é justamente nessa falsa necessidade que existe o aumento da massa corporal. 

Confira abaixo os principais rivais da absorção total dos nutrientes no corpo humano. 

Estresse cotidiano

Um dos problemas mais recorrentes na sociedade atualmente é o estresse. Segundo estudo apresentado pelo Isma-BR (Associação Internacional de Gerenciamento de Estresse Brasil), em 2017, 70% dos brasileiros já mostraram algum sintoma do problema.

Este mecanismo pode ser definido como uma alteração da defesa natural do organismo, por isso é algo quase inconsciente e o que estressa um, não necessariamente estressa o outro.

Uma vez que a pessoa encontra-se estressada, ela pode até mudar de comportamento. O principal problema causado pelo estresse excessivo é a liberação de cortisol. O hormônio estimula o acúmulo de gordura corporal, além de prejudicar o sistema digestivo, fazendo com que os nutrientes não sejam absorvidos pelo corpo.

Automedicação

Assim como o estresse, a automedicação também é prejudicial para a absorção dos nutrientes. Quando tomamos um remédio para dor de cabeça, por exemplo. Ele cumprirá a missão de diminuir a dor, mas, em sua fórmula pode existir algum componente que retarda a absorção de certas vitaminas e nutrientes, atrapalhando, assim, o sistema digestivo. 

No Brasil, a automedicação é uma prática recorrente. Segundo o Conselho Federal de Farmácia (CFF), 77% dos brasileiros consomem remédios sem receita médica. Além disso, o estudo apresentou que 47% dos brasileiros utilizam algum medicamento uma vez ao mês e 25% da população nacional consomem as fórmulas uma vez por semana.

Consumo de álcool e cigarros

Outras drogas lícitas, assim como os remédios, também prejudicam a digestão e o funcionamento dos órgãos. O álcool e o tabagismo aparecem no topo da lista de consumo no Brasil e atrapalham na absorção dos nutrientes dos alimentos.

O país registrou, em 2019, um avanço no consumo de álcool. Segundo estudo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), pessoas com 18 anos ou mais passaram a consumir mais bebidas alcoólicas nos últimos anos. Em 2013, o percentual era de 23,9%, enquanto em 2019, o percentual era de 26,4%.

O nível de tabagismo no mesmo período, segundo o mesmo estudo, caiu. Na primeira análise, o percentual era de 14,9%, enquanto no último estudo era de 12,8%.

Tanto o álcool, quanto os cigarros são prejudiciais.Dentre outros motivos para isso, as vitaminas dos grupos B e C podem ser bloqueadas ou destruídas com o consumo. 

Comer rápido demais

A vida agitada dos brasileiros também causam um outro problema que afeta a absorção dos nutrientes. Por conta da falta de tempo e do corre-corre diário, as pessoas têm cada vez menos tempo para completar suas refeições.

Assim, ingerir os alimentos de forma corrida e sem realizar a mastigação correta e na velocidade ideal, é dificultar o trabalho do corpo para dissolver os nutrientes e absorvê-los. 

Recomendamos para você

Innutri Colágeno C + Mineiras 

                        Innshot Mezzo Nutrition