Nutrição, Estética e Beleza

Planeje o horário para realizar suas atividades físicas

Você já parou para pensar qual o melhor horário para realizar seus treinamentos? A pergunta pode parecer simples de ser respondida, mas, na realidade, é bem complexa. Cada indivíduo possui uma característica própria e, com isso, tem o o jeito próprio de realizar suas atividades diárias – dentro dessas, a prática de esporte 

Não existe um horário específico no qual todos os atletas (amadores ou profissionais) realizam as atividades e terão grandes resultados. A individualização permite que cada desportista tenha um momento no qual o corpo reage melhor e assim, a atividade física é mais proveitosa.

Como descobrir qual o melhor horário para você? Primeiro, é importante entender que cada pessoa possui hábitos diferentes e atividades prioritárias que são distintas das demais pessoas. Sendo assim, as rotinas são diferentes e cada um precisa entender onde o esporte pode se encaixar da melhor maneira.

Para elucidar a ideia de horário de treinamento, convidamos o profissional de educação física, Vitor Alcantara Carnovalle, para comentar sobre os horários de treinamento. O orientador destacou que entender o corpo é fundamental para ter bons resultados nos esportes.

“O horário de treinamento é frequentemente questionado por alunos de atividades físicas. A melhor resposta que encontrei é que tudo depende. Existem pessoas que possuem uma disponibilidade energética de manhã, que outras não possuem, enquanto outros têm dificuldade em acordar cedo e não possuem muita disposição pela manhã. Então essas pessoas preferem treinar em outros períodos do dia”, destacou o profissional.

Cada período do dia pode proporcionar uma qualidade para o atleta. Confira abaixo o benefício de cada horário:

  • Manhã: durante o primeiro período do dia, o corpo está descansado e produz testosterona – hormônio essencial para a manutenção e no crescimento da massa muscular;
  • Tarde: o treinamento pode ser feito neste momento, devido a liberação da adrenalina – capaz de atrair e motivar os treinamentos;
  • Noite: três hormônios são liberados durante o momento: coordenação, resistência e temperatura corporal, porém, a concentração e o sono podem ser empecilhos.

“Independentemente de você treinar de manhã, tarde ou noite, é importante sempre treinar em pico de disposição. Se de repente você consegue trabalhar o dia inteiro e ir à noite para a academia, fazer sua atividade física e conseguir praticar com a maior energia possível, ótimo. Se de repente você só consegue realizar sua atividade física pela manhã, quando acabou de acordar e está descansado, ótimo também. O importante é você estar, no momento do seu treinamento, estar com a disposição máxima”.

Apesar do horário de treinamento, o importante é realizar as atividades físicas. Segundo estudo apresentado pela Organização Mundial da Saúde, no final de 2020, um adulto livre de doenças crônicas deve realizar 150 minutos de atividades físicas de alta intensidade ao longo de uma semana. A OMS também divulgou no relatório final que os atletas amadores também podem trocar os exercícios em alta intensidade por atividades mais tranquilas, desde que o tempo dobre (de 150 para 300 minutos).

Esse período de atividades realizadas podem ser essenciais para a manutenção de uma boa saúde para atletas amadores. Os esportes podem ajudar a reduzir os riscos de doenças cardiovasculares, hipertensão, diabetes e outros problemas que podem ser evitados com a prática desportiva (seja ela ao ar livre ou em um clube). 

Além disso, outros benefícios também podem ser encontrados com a prática regular de atividades físicas. Por conta da liberação de endorfina, o esporte ajuda na contenção do envelhecimento precoce da pele e na manutenção da qualidade do órgão.

Confira três benefícios para a saúde relacionados aos exercícios

  • Saúde mental: por conta da liberação de endorfina, praticar atividades físicas pode ajudar na prevenção de doenças como depressão ou ansiedade. 
  • Coração: a prática de exercícios exige a movimentação do sangue e com isso, o bombeamento do sangue é essencial – assim, o músculo se mantém em boa saúde;
  • Envelhecimento: manter-se ativo mesmo na “melhor idade” é importante para a manutenção da saúde física. O condicionamento físico tem ação preventiva em relação a doenças e ajuda em um envelhecimento com bem estar e qualidade de vida.

Recomendamos para você

Innibi LipoIntense

Innibi Innutri