Nutrição, Estética e Beleza

Qual é a importância da biotina para o cabelo?

O que é biotina?

A Biotina é uma das vitaminas que compõem o complexo B. Popularmente conhecida como vitamina B7, é considerada uma das principais “vitaminas da beleza”, pois garante a formação de proteínas fundamentais para a formação, elasticidade e resistência de unhas, pele e cabelo.

A Biotina é hidrossolúvel, por se dissolver na água, ela é facilmente metabolizada pelo organismo e como consequência, o corpo consegue expeli-la de forma rápida. Por isso, é necessário manter uma reposição constante da mesma para que o metabolismo não sofra consequências.

O que acontece em caso de deficiência desse nutriente?

Sendo uma substância essencial para a produção de queratina, uma proteína presente nos cabelos, unhas e pele, quando há uma deficiência de biotina, a saúde dessas estruturas fica comprometida.

Se as quantidades ideais da vitamina não forem ingeridas, essa carência pode provocar algumas doenças ou complicações, como: queda de cabelo, rachadura nos cantos da boca, secura nos olhos, cabelos quebradiços, enfraquecimento de unhas, pele ressecada, conjuntivite, dermatite esfoliativa, perda do controle muscular, perda de apetite, fadiga, insônia e depressão.

Por ser sintetizada pelas “bactérias do bem” encontradas no trato digestivo, a deficiência de biotina é considerada rara, mas não inexistente.

Os motivos mais recorrentes que levam uma pessoa a desenvolver essa deficiência são: medicações com ácido valpróico, tratamento prolongado com antibióticos, alcoolismo, doenças que prejudicam a absorção de nutrientes como o câncer, etc. 

E em excesso? 

A Biotina é uma vitamina segura, mesmo assim, sua suplementação sem

necessidade pode desencadear alguns efeitos indesejados no organismo. Em excesso, os efeitos colaterais mais comuns são: irritação na pele, desconforto estomacal, acne, reações alérgicas, náusea e diarreia.

Para que esse desconforto seja evitado, mostraremos algumas informações da Universidade do Estado de Oregon nos Estados Unidos que indica qual a ingestão adequada diária de biotina:

  • Bebês de zero a seis meses: 5 mcg (microgramas) por dia;
  • Bebês de sete a 12 meses: 6 mcg por dia;
  • Crianças de um a três anos: 8 mcg por dia;
  • Crianças de quatro a oito anos: 12 mcg por dia;
  • Crianças de nove a 13 anos: 20 mcg por dia;
  • Adolescentes de 14 a 18 anos: 30 mcg por dia;
  • Adultos a partir de 19 anos de idade: 30 mcg por dia;
  • Mulheres gestantes de todas as idades: 30 mcg por dia;
  • Mulheres que estejam amamentando de todas as idades: 35 mcg por dia.

Quais são os seus benefícios para o corpo?

A biotina possui um papel fundamental na manutenção da pele, unhas e cabelos, além de ser um nutriente importante para o metabolismo e redução da glicose no sangue.

Também pode estar relacionada, indiretamente, com o emagrecimento, já que participa da quebra de alimentos, transformando-os em energia para o organismo. Assim,  garante a digestão e absorção dos nutrientes, auxiliando na limpeza da inflamação causada pelo excesso de gordura.

Por que a biotina é importante para o cabelo?

Vamos lá.

Ainda não existem evidências científicas que comprovem que a Biotina pode estar relacionada diretamente com a saúde dos fios. Mas o que podemos provar, aliás, o porquê de muitas pessoas usarem a Biotina é: Ela é um elemento principal na formação da queratina.

A queratina faz parte da composição dos fios, pele e unhas, garantindo elasticidade, força e resistência à fibra capilar, quanto mais queratina, mais os fios ficarão fortes, alinhados, sedosos e brilhosos.

A vitamina B7 é conhecida por metabolizar os aminoácidos que formam a queratina, então consequentemente ajuda a aumentar sua quantidade no nosso corpo, ou seja, quanto mais biotina, mais queratina.

Por outro lado, quando a queda de cabelo acontece devido a fatores genéticos,  como a alopecia, além da biotina, é recomendado adotar alguns hábitos que ajudam a fortalecer os fios como: lavar os cabelos com frequência, evitar altas temperaturas, usar produtos que fortaleçam os fios, não usar gorros, bonés ou toucas.

Onde encontrar?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo diário em torno de 30 mcg de biotina por dia, isso para pessoas saudáveis que não apresentam deficiência da vitamina. 

Para que você possa ter um pouco mais de controle sobre sua dieta e ter cabelos impecáveis, separamos os alimentos que são ricos em B7 para você:

 

Alimento (100 mg) Quantidade de Biotina
Fígado bovino 41 mcg
Amendoim 101,4 mcg
Farelo de trigo 44,4 mcg
Leguminosas 20 mcg
Arroz 66 mcg
Sementes de girassol 66 mcg
Banana 118 mcg
Aveia 24 mcg

Se queremos mesmo aproveitar o nutriente de um alimento, devemos prestar bastante atenção no modo de preparo, algumas dicas são: cozinhar no vapor, não fatiar em muitos pedaços, cozinhar com casca, não cozinhar por muito tempo, utilizar pouca água, preparar tudo no fogo alto, reutilizar a água usada para preparar outros alimentos.

Como usar Biotina no cabelo?

Além da alimentação, outra forma de garantir os benefícios da B7 é por meio de suplementos capilares. Ela serve justamente para repor a vitamina e garantir que o fio cresça e permaneça com a saúde em dia. Quando o consumo dessa vitamina é feito via oral, a circulação do sangue fica encarregada de “entregar” a B7 ao bulbo capilar.

Mesmo sendo um suplemento essencial e de fácil acesso, é necessário lembrar que a suplementação de biotina só é orientada quando o paciente apresenta sintomas da ausência desse nutriente, sendo necessária a prescrição médica de um nutricionista ou nutrólogo para que o mesmo não sofra consequências pelo excesso da vitamina.

Recomendamos para você

Innutri Gummie