Nutrição, Estética e Beleza

Saiba tudo sobre a vitamina E, que previne rugas e reduz risco de câncer

Presente em frutos secos e óleos vegetais, nutriente tem ação direta no funcionamento do sistema imunológico

A vitamina E é uma parte importante da sua dieta. Afinal, essa vitamina lipossolúvel, presente em frutos secos e óleos vegetais, tem poderosas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Se você deseja ter mais saúde no dia a dia, é importante saber como aproveitar tudo de bom que a vitamina E tem a oferecer.

Vamos falar sobre vitamina E, então?

A vitamina E também é conhecida como tocoferol. Trata-se de um nutriente lipossolúvel que não é sintetizado pelo corpo humano. Portanto, os benefícios de sua ação oxidante dependem da ingestão.

O principal efeito da vitamina E é a ação antioxidante. O nutriente ajuda a conter a ação dos radicais livres, que podem causar inflamações, alteração no funcionamento de células e envelhecimento.

Quais são os benefícios da vitamina E

Por ser um importante agente antioxidante, a vitamina E tem várias ações associadas à preservação do funcionamento do organismo. A lista dos benefícios proporcionados pelo nutriente inclui:

Melhoria do sistema imunológico: A vitamina E fortalece as defesas do corpo.

Melhoria da saúde de pele e cabelo: Como ajuda a conservar a integridade de paredes celulares, a vitamina E aumenta a vitalidade de pele e cabelo.

Prevenção de doenças cardiovasculares: A vitamina E também reduz o estresse oxidativo e a inflamação do organismo, fatores fortemente associados às doenças cardiovasculares.

Combate à infertilidade: O consumo adequado de vitamina E aumenta a qualidade do esperma e a motilidade (capacidade de realização de movimentos autônomos) dos espermatozoides.

Melhoria da resistência e da força muscular: Outro benefício do fortalecimento dos tecidos é que a vitamina E aumenta a resistência e acelera a recuperação pós-exercício.

Onde encontrar a vitamina E

Como o corpo não produz vitamina E, é importante entender como encontrar esse nutriente em alimentos. A principal fonte do nutriente é a semente de girassol (52mg a cada 100g), seguida pelo óleo de girassol (51,48mg a cada 100g) e pela avelã (24mg a cada 100g).

Também há quantidades significativas de vitamina E em óleos vegetais (milho, canola ou azeite, por exemplo), castanhas (castanha do Pará, amendoim, amêndoa e pistache, por exemplo) e em alimentos como acelga, abacate, manga e mamão.

Qual é a quantidade adequada de vitamina E

A ingestão diária de vitamina E depende de vários fatores. O principal deles é a idade, mas também é necessário adequar o consumo do nutriente a situações específicas – mulheres grávidas ou lactantes precisam de quantidades maiores.

A quantidade necessária de vitamina E varia de 4mg (crianças de até seis meses) a 15mg (adultos com mais de 19 anos). Mulheres grávidas ou lactantes devem consumir até 19mg a cada 24 horas.

Quando é necessário fazer suplementação de vitamina E

Em geral, o nutriente é indicado para pessoas com má absorção de gorduras, colesterol alto, alterações genéticas nas enzimas alfa-TTP ou na apolipoproteína B, casais com problema de fertilidade ou recém-nascidos prematuros.

A vitamina E ainda pode ser indicada em tratamentos para pele e cabelo. Hoje temos suplementos completos para atuar nessas questões de fortalecimento capilar, queda de cabelo com a inserção da vitamina E.

Innutri Gummie Hair Trichology